O que são Agentes de Custódia?

É fundamental quando se trata de investimentos!

O termo “Agentes de custódia” é algo fundamental que deve ser entendido quando se tratar de investimentos. Vamos ver a seguir, como funciona esse serviço.

Por mais que muitas pessoas pensem ao contrário, o mercado financeiro não é uma selva.

Advertisement

Todos nós tínhamos esta impressão e “caos”, quando nos lembramos de cenas antigas da bolsa de valores, com pessoas gritando nos telefones “compra, vende!”.

Bom, hoje em dia não é mais assim, até porque a maior parte das operações é feita de forma digital

Mas, desde aquela época, existem regras e garantias que têm que ser dadas aos investidores.

Afinal de contas, é um lugar onde circula muito dinheiro, e responsabilidades precisam ser tomadas.

Advertisement

Por isso a figura do Agente de Custódia é tão importante. Vamos entender tudo sobre isso agora. Continue a ler em:


O que é isso

O que é custódia?

Custódia, segundo o dicionário, se refere a guardar algo, manter em segurança, proteger.

Dentro do mercado financeiro, ela se refere à responsabilidade de atualizar as informações de ativos e outros títulos.

Lembrando que, hoje tudo está no meio digital – não temos mais “papéis” físicos como antigamente (ao menos não é tão comum).

Mas, ainda assim, o trabalho de custódia dentro da lógica do mercado financeiro preserva e faz a manutenção destas informações.

Veja esse vídeo sobre Custódia:


Advertisement

Agentes de Custódia

Agora, chegamos na figura da instituição custodiante.

Basicamente, são instituições que se responsabilizam e guardam as movimentações de ativos que são comprados e vendidos por investidores.

Eles possuem uma autorização especial para agir dentro do mercado financeiro, em nome de terceiros, como se fossem intermediadores.

Os Agentes de Custódia ligam os investidores e as instituições que fazem a liquidação de valores.

Isso significa que o investidor não vai colocar seus ativos de forma direta na Câmara de Compensação, Liquidação e Gerenciamento de Riscos.

É necessário falar com um agente, que possui a autorização de fazer esta abertura de conta no nome do investidor.

Como se vê, é um trabalho de muita responsabilidade. Vamos conhecer as suas principais atribuições.

Principais atribuições da instituição custodiante

Ao Agente de Custódia cabe realizar o cadastro completo tanto de clientes quanto de títulos e de todos os proventos que estes títulos renderão.

Este registro é fundamental para que se saiba como estão os determinados rendimentos de uma ação, por exemplo.

A eles também cabe a tarefa de dar informações para quem deseja investir, emprestar e liquidar títulos e trocar arquivos.

Além disso, eles também funcionam como uma espécie de arquivo dos negócios realizados.

Vamos dar um exemplo prático disso.

Consideremos que você adquiriu um título qualquer, como um LCI, uma Letra de Crédito Imobiliário.

Ele não é um papel físico, que você vai guardar na sua casa. Mas sim ficará em uma conta específica.

Que, por acaso, também não é sua conta bancária, mas sim uma conta especial que é aberta pelo Agente de Custódia para que você possa administrar este título.

O Agente vai garantir que eles se mantenham em segurança, por tempo indeterminado.

Além disso, ele também estará presente em todas as partes de liquidação deste título, pois ele possui a documentação completa do mesmo.

O que permite possíveis lucros, caso aconteçam.

Portanto, instituições custodiantes fazem parte da lógica do mercado financeiro, que sempre anda agregando novidades, como as assessorias de investimentos.

Quem pode ser e quanto ganha?

Bom, o trabalho de Agente de Custódia é um trabalho que pode ser executado somente por empresas que recebam a devida autorização.

Geralmente, são distribuidoras de títulos, corretoras de valores e outras instituições financeiras.

Sua remuneração acontece através de taxas que são cobradas pela manutenção, movimentação e proteção dos registros.

Caso o título fique menos de 1 ano sem ser vendido ou negociado, a taxa é cobrada apenas 1 vez, no dia da compra do mesmo.

A partir daí, nos anos seguintes, elas serão pagas em 2 vezes:

  • 50% no início de janeiro (primeiro dia útil);
  • E a outra metade no início de julho (primeiro dia útil).

Mas qual é o valor desta taxa?

Depende absolutamente do valor do título a ser entregue para o Agente de Custódia, e o valor pode chegar até a quantia de 2% ao ano.

Contudo, isso não é uma regra absoluta.

Você pode encontrar diversos Agentes de Custódia que não cobram taxas ou possuem bem reduzidas.

Inclusive, você pode encontrar alguns deles e mais informação sobre isso no próprio site do Tesouro Direto.

Agente de Custódia, Administrador e Gestor: qual a diferença?

Já conhecemos as funções que possui um Agente de Custódia. Mas você deve pensar que isso se confunde com o Gestor e Administrador.

O Gestor é mais responsável por entender o funcionamento do mercado, realizar análises e traçar estratégias.

Tudo isso para que o investidor tenha maiores possibilidades de sucesso.

Eles trabalham visando que as pessoas que estão com cotas em sua corretora tenham o maior lucro possível dentro de suas necessidades e capacidades.

Já o Administrador é figura de cunho jurídico, que tem a responsabilidade de defender os direitos dos investidores e acompanhar as movimentações.

É sua tarefa ter certeza que está tudo bem com os membros da corretora e garantem que os investimentos tenham segurança jurídica.

Então, entender o papel de cada um vai lhe dar muito mais tranquilidade na hora de investir.

Como escolher o melhor Agente de Custódia

Quando você vai fazer um investimento como, por exemplo, o Tesouro Direto, você terá que optar por uma instituição custodiante.

Primeiramente, fique de olho nas taxas. O ideal é que seja a menor possível. Como dito, existem alguns que até não possuem taxas.

Também é importante que ele seja de fácil comunicação. Desta forma, fica mais fácil reportar quaisquer problemas que você venha a ter.

Por isso sempre prefira Agentes que contam com múltiplos canais de atendimento.

Por fim, informação é a pedra fundamental do bom investidor.

Portanto, quanto mais dados e informações do mercado no site do seu Administrador você obtiver, melhor.

Também tenha preferência por aqueles que facilitam o processo de compra e venda.

É importante que estas ferramentas sejam claras e intuitivas para que você não se confunda na hora de movimentar seus títulos.

Saiba mais sobre Finanças, veja aqui.

Então, compreendemos que o Agente de Custódia é uma parte fundamental do mercado financeiro!

Enfim, esperamos que esse texto tenha esclarecido suas dúvidas. Sendo assim, aproveite e compartilhe em suas redes sociais.

Leia também

Esse site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade
Clique e Entre em Nosso Grupo 🥰