Como fazer sobrar no orçamento para investir

Tem algum segredo? O que é prioridade para se tornar um investidor? Confira!

Como fazer sobrar no orçamento para investir? Tem algum segredo? O que é prioridade para se tornar um investidor? Este texto é sobre tudo isso!

Primeiro, porque a crise atual é grande, e segundo, porque as pessoas em geral não têm o hábito de investir, muito menos em poupar dinheiro.

Advertisement

Então, se você tem a vontade de iniciar no mundo dos investimentos, a primeira mudança a fazer para sobrar dinheiro é ter disciplina.

Mas como você se torna disciplinado para fazer sobrar no orçamento?

Seguindo regras! Elas são importantes, pois, garantem uma economia considerável no orçamento, permitindo portanto planejar qualquer tipo de investimento.

E é por isso, que neste texto vamos compartilhar algumas dicas simples, mas muito eficazes para você ter um melhor controle financeiro:

Advertisement


como começar a investir

Organização das finanças: a regra de ouro para ter um orçamento para investir

Primeiro passo: pagar todas as dívidas

Antes mesmo de conseguir juntar um valor  para investir, a primeira atitude a se tomar é pagar tudo o que deve (ou tentar).

Caso não haja dívidas, melhor ainda, pois, o caminho para poupar dinheiro será mais rápido e fácil.

Contudo, se tiver alguma dívida, por menor que seja, ela irá atrapalhar qualquer investimento futuro.

Portanto, caso tenha contas atrasadas, é preciso resolver isso o quanto antes, até porque gera gastos extras por conta dos juros.

Uma dica que pode ajudar bastante é tentar negociar e parcelar as dívidas maiores.

Depois que tiver tudo quitado, já pode começar a poupar.

Segundo passo: conhecer bem a própria fonte de renda

Conhecer sua renda é um dos pontos mais importantes para começar a ter um orçamento para investir.

Advertisement

Então, antes de tudo, você precisa saber quanto ganha de verdade, extraindo os descontos de impostos e outras deduções.

Ou seja, o próximo passo é saber exatamente seu salário líquido. Mas, também é preciso incorporar outras fontes de renda, caso existam.

Por exemplo, se além do salário comum, a pessoa recebe dinheiro de aluguel, esse valor deverá ser incorporado à renda mensal.

O que não entra nessa renda são ganhos vindos da venda de algum imóvel ou objeto específico, por exemplo.

Esse ganho será um extra, e nada mais.

E com isso poderá saber quanto ganha por mês.

Terceiro passo: Conhecer o próprio custo de vida

De fato, conhecer a fundo o seu “custo de vida” é primordial para entrar no mundo dos investimentos com um orçamento para investir apropriado.

Para saber isso, o procedimento é simples: primeiro, lista-se todas as contas que precisa pagar por mês. Água, luz, telefone, internet, etc., por exemplo.

Depois se junta tudo para determinar o gasto médio fixo mensal. Esse é o custo de vida de alguém.

O que restar será usado para custos variáveis, seja para pagar algo de importante naquele momento, ou simplesmente para usar no lazer.

E é justamente no que sobra daí que será usado para alguma reserva financeira, ou, mais especificamente falando, para um investimento.

Veja esse vídeo com dicas para começar a investir:


Como fazer sobrar dinheiro e ter um orçamento para investir

Agora que já sabe o que é necessário para organizar sua vida financeira, observemos os passos para fazer sobrar dinheiro.

De fato, é no dia a dia, nos pequenos gastos (desnecessários) que você verá seu dinheiro render para aplicar.

Nesse passo, é preciso analisar o que pode estar sendo supérfluo para poder ser cortado.

São pedidos de comida em aplicativos? Compras exageradas de roupas? Idas constantes a festas e lugares do tipo?

Repensar esses gastos é uma das formas mais eficientes de começar a juntar dinheiro. Com isso, há uma reorganização correta dos gastos.

Para não ser nada tão traumático, o melhor, ao invés de cortar tantos gastos, é substituí-los por alternativas mais baratas e agradáveis.

Por exemplo: ao invés de pedir tanta comida em aplicativos, é possível passar a cozinhar mais em casa.

A recomendação também é não cortar nada que seja realmente importante para a qualidade de vida, pois isso será desmotivador.

O ideal, portanto, é tentar adequar os gastos fixos e do dia a dia com a quantidade de dinheiro que se pretende guardar.

Assim, será mais fácil ter um orçamento para investir em um futuro próximo.

Como montar corretamente o seu orçamento

Vimos até aqui como você pode se livrar de dívidas antigas, montar seu orçamento considerando seu custo de vida e onde cortar custos, certo?

Agora veja como ajustar seu orçamento mensal já com uma reserva que será dedicada aos investimentos.

Esse orçamento nada mais é do que uma espécie de “fluxo de caixa” para o futuro.

Para montá-lo, é preciso listar todos os ganhos futuros, a quantia que vai sobrar todo mês e todas as despesas (nesse caso, já com os cortes).

A ideia aqui é fazer uma projeção de ganhos e gastos mensais pelos próximos 12 meses (ou seja, no período de 1 ano).

Assim, também entrará na conta o imposto de renda, o IPTU, e outros gastos que não sejam mensais.

Inclusive, quem entende do assunto recomenda que gastos com moradia (água, IPTU, internet) não ultrapassem 30% dos ganhos.

Depois, é preciso ter uma meta de quanto poupar no total para ter um mínimo de orçamento para investir.

Determinada essa quantia, o ideal é que sobre cerca de 10% da renda mensal para começar a poupar e atingir essa meta.

Outras dicas para montar um orçamento blindado

Adiante pagamentos

Caso o orçamento dê para isso, a recomendação é adiantar o pagamento de dívidas.

Ou seja, possui empréstimos ou financiamentos que estão em dia, por exemplo? O ideal seria fazer a amortização deles.

Com isso, evita-se o pagamento de juros, e é possível poupar mais.

Se possível, adiantar as parcelas da fatura do cartão também ajuda, bem como adiantar parcelas de compras feitas a prazo.

Abra sua conta na corretora de valores

Para começar a ter um orçamento para investir de maneira segura, a recomendação é deixar o dinheiro bem guardado.

Para isso, o melhor a fazer é abrir uma conta em uma instituição sólida e séria que trabalhe com investimentos.

Assim, será possível fazer aplicações adequadas ao perfil de cada um. Ter esse controle ajuda a se motivar para continuar poupando.

A ideia é pesquisar bem (até em bancos conhecidos), e analisar qual se adequa ao formato de investimento que deseja fazer.

Veja mais sobre finanças, consulte aqui.

Enfim, com esforço e paciência você consegue sim montar um orçamento para começar seus investimentos.

Além, é claro, de disciplina, pois, será preciso fazer um levantamento entre o que se ganha e o que se gasta.

E, a partir daí, fazer um planejamento em longo prazo para atingir a meta desejada de poupar para investir.

Com isso, é possível ter um orçamento para investir de maneira correta e sem erros.

Você gostou das dicas que demos aqui? Então, compartilhe este texto com seus amigos na sua rede social preferida!

Leia também

Esse site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade
Clique e Entre em Nosso Grupo 🥰