CDB pré-fixado: o que é e como funciona?

Será que o pré-fixado é a melhor opção para você?

O CDB pré-fixado pode ser a melhor opção para quem gosta de saber quanto vai ganhar ao final da aplicação. Entenda mais sobre esse tipo de investimento.

De fato, uma estratégia de proteção patrimonial pode ser sim, ampliar a cartela de investimentos.

Advertisement

Igualmente essa ação também pode ser ideal para quem deseja começar a guardar dinheiro.

Indiferente da sua situação, sabe-se que os passos para aderir a algum investimento na linha de CDBs podem ser direcionados por uma corretora ou banco.

No entanto, é essencial você entender as diferenças entre as duas modalidades de CDBs: pré-fixado e pós fixado.

Mas o que é um CDB? Será que o pré-fixado é a melhor opção para você?

Advertisement

Neste texto, vamos explicar o que é essa modalidade de investimento e mais sobre o assunto. Continue a ler em:


O que é isso

O que é o CDB pré-fixado?

Em síntese, o CDB conhecido como pré-fixado, nada mais é que uma opção de rendimento do Certificado de Depósito Bancário.

Sendo que a maior característica do pré-fixado é a possibilidade de saber com precisão o valor que estará disponível no vencimento da aplicação.

Para exemplificar como funcionam os pré-fixados, podemos usar a seguinte situação:

Investindo R$40.000,00 em um título, com uma taxa de 8%, cujo vencimento será em 5 anos, ao final você irá receber um valor final aproximado de R$56.000,00.

Lembrando que, esse é só um exemplo hipotético, pois ainda temos os descontos de impostos e taxas.

Advertisement

Pela segurança deste tipo de investimento, os CDBs pré-fixados também são considerados títulos de baixo risco, portanto, tem bastante adesão.

É importante destacar que os títulos pré-fixados devem permanecer no investimento até a data estabelecida para não correr riscos de perder rendimento.

Veja esse vídeo sobre CDB pré-fixado:


Os CDBs pré-fixados são diferentes dos pós-fixados?

Sim. As principais diferenças são em relação às taxas. Enquanto no Pré-fixado, ao investir, você conhece as taxas e os prováveis rendimentos, na opção de CDB pós-fixado isso não acontece.

O CDB pós-fixado não menciona uma taxa de juros na contratação, mas sim, oferece uma fórmula com a qual a rentabilidade irá acontecer.

Nessa fórmula, os principais índices contidos são o CDI (Certificado de Depósito Interbancário)  e o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor ).

Sendo assim, os rendimentos oscilam no CDB pós-fixado.

Essa diferença, então, sugere que em cada momento econômico uma das opções pode ser a mais vantajosa.

Quais as outras características dos CDBs Pré-fixados

Os CDBs pré-fixados também são adquiridos em corretores e bancos, desde que tenham sua conta.

Mas, além da taxa fixa e a previsão de rendimentos assertiva, existem ainda outras características que representam os CDBs pré-fixados, entre elas a rentabilidade maior em prazos maiores.

Ou seja, quanto maior o prazo do título, maior será o rendimento.

Basicamente isso acontece porque o banco ou a instituição financeira também terá mais tempo para investir o seu recurso.

Em suma, essa lógica leva ao entendimento de que o CDB pré-fixado é então mais interessante quando você tem como objetivo um investimento de longo prazo, algo superior a 12 meses, por exemplo.

Outras regras do CDB que é pré-fixado ainda são:

  • A tributação:

O Imposto de Renda na tributação do pré-fixado é decrescente, favorecendo ainda mais a taxa anual de rendimento;

  • Fundo Garantidor de Créditos:

Os investimentos em CDBs pré-fixados são passíveis de proteção do FGC.

Explicando melhor a primeira característica, os índices do Imposto de Renda são regressivos nos pré-fixados, com alíquotas variáveis.

Por exemplo, as alíquotas podem variar em aplicações de 360 a 720 dias, neste caso, 17,5% é a taxa paga pelo CDB.

Outro exemplo, seria um resgate inferior a 180 dias, que neste caso, o Imposto de Renda seria 22,5%.

O que considerar em um CDB pré-fixado e pós-fixado

Se você ainda tem dúvidas sobre escolher um CDB pré-fixado ou CDB pós-fixado, atente-se às situações a seguir.

Remuneração

Considerar a remuneração é essencial para os bons investimentos.

Lembrando que, os títulos prefixados têm a rentabilidade projetada e isso ajuda na hora de decidir entre os dois formatos de aplicação.

Portanto, é importante observar, por exemplo, as variações do IPCA, conforme o Comitê de Política Monetária do Banco Central.

Prazos

Observar os prazos nos CDBs é crucial, pois isso afeta diretamente no rendimento.

Considerando algumas situações como reservas de emergência ou mesmo aquisição futura de imóveis, vale considerar investimentos com liquidez curta, até mesmo diária.

Riscos

Mesmo que o CDB pré-fixado tenha uma boa rentabilidade com prazos superiores a 12 meses, aplicações com prazos prolongados (acima de 8 anos) podem estar expostas às oscilações da economia.

Entre esses riscos, estão a inflação que pode disparar, as intervenções de cenários econômicos e outros.

Exemplos de investimento pré-fixado

Os investimentos pré-fixados são de diferentes tipos, entre alguns podemos exemplificar os seguintes:

Tesouro Direto

O Tesouro Direto tem a ver com o montante da dívida pública, portanto, mais seguro para os iniciantes em investimentos, afinal, o investidor tem o conhecimento do valor que irá receber.

Uma das opções são as Letras do Tesouro Nacional (LTN), cuja rentabilidade é ao final do período.

CDB

O CDB propriamente – lembrando ser um investimento com rentabilidade também pré-fixada – além de seguro para muitos, é muito simples em funcionamento.

A dica aqui para aproveitar ao máximo o investimento, é observar o tempo de carência.

LCI e LCA

As Letras de Crédito são opções estratégicas de investimentos e abrangem dois segmentos: LCI referente ao setor imobiliário e LCA relacionada ao agronegócio.

Nessas situações, a rentabilidade fica em 3 modalidades:

  • Pré-fixada;
  • Pós-fixada;
  • Híbrida.

Vimos aqui o que é um CDB pré-fixado, as vantagens deste tipo de investimento e como ele se diferencia do CDB pós-fixado.

Vimos também que alguns investimentos pré-fixados ainda são o Tesouro Direto, LCI e LCA entre outros.

Saiba mais sobre Finanças, veja aqui.

Esperamos ter ajudado você e se gostou do conteúdo, aproveite e compartilhe em suas redes sociais.

Leia também

Esse site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade
Clique e Entre em Nosso Grupo 🥰