O que é mercado de ações? Como funciona a bolsa?

Veja como iniciar os investimentos nesse segmento!

O que é mercado de ações? Como iniciar os investimentos nesse segmento? Vamos falar sobre isso e muito mais. Acompanhe!

O universo da renda variável já não é mais apenas para um grupo seleto de pessoas.

Advertisement

Hoje, iniciantes em investimentos também podem aproveitar as oportunidades do setor.

É fundamental, no entanto, um estudo prévio, se informar sobre os objetivos, riscos, vantagens e como iniciar.

Neste texto, vamos explicar como funciona o mercado de ações para você também investir com segurança. Continue a ler nos seguintes tópicos:

Como funciona o Mercado de Ações

Advertisement

Como entender o mercado de ações?

Em síntese, o mercado de ações possibilita às empresas de capital aberto negociarem partes do próprio capital, tanto na bolsa como em vendas de balcão.

A ligação com a bolsa de valores é significativa, pois é nesse espaço que as negociações de ativos acontecem em diferentes níveis e formatos.

Portanto, é necessário um entendimento prévio da bolsa para investir em ações.

A Bolsa de Valores Brasileira, agora chamada B3 por ser resultado da união da Bovespa, BM&F e Cetip, é um dos principais ambientes de negociações de títulos no Brasil.

São várias as transações no mercado de ações realizadas na B3, por exemplo, os ativos de renda fixa, tanto públicos como privados, entre eles:

  • Negociação de ações e derivativos;
  • Renda fixa;
  • Títulos públicos federais;
  • Commodities agropecuárias.
  • Fundos de investimentos;
  • Tesouro Direto;
  • Letras de Crédito do Agronegócio e Imobiliárias (LCA e LCI).
  • Entre outros.

Como funciona a bolsa de valores?

Em síntese, a B3 possibilita que empresas e pessoas que querem investir se conheçam e então possam realizar negócios.

Advertisement

Na B3, o mercado primário – vendas de ativos diretamente entre emissor e investidor –  bem como o secundário, onde as transações se realizam entre quem está investindo, são viáveis.

Mesmo parecendo complexo, o funcionamento da bolsa e o mercado de ações são simples.

Praticamente a empresa de capital aberto disponibiliza partes aos interessados. São frações pequenas, as quais oscilam conforme fatores econômicos e internos, da própria organização.

A B3 funciona tanto online, sendo as operações feitas pela internet, como presencial, na maioria das vezes através de corretores.

No entanto, vale lembrar que as cotações das ações são variáveis e podem se modificar ao longo do dia, graças ao efeito chamado volatilidade.

Considerando que essas variações são em tempo real, observar as influências internas (da empresa)  e externas (cenário) é importante para os investidores e corretores.

Veja esse vídeo sobre como funciona a Bolsa de Valores:


Quais as categorias de ações que existem?

Quando uma empresa abre seu capital na bolsa para receber novos sócios, estes passam a ter direitos.

Uma das vantagens desse direito é a de usufruir dos resultados financeiros.

O investidor do  mercado de ações espera e depende do resultado positivo da empresa, ou seja, que a organização dê lucros.

Em suma, as ações, por serem diferentes, também remuneram o investidor com resultados distintos.

E é justamente por isso que você precisa conhecer os principais tipos de ações:

Ações ordinárias (ON)

Uma ação ordinária no mercado de ações, dá o direito ao futuro acionista (investidor da bolsa) de votar e de uma proteção a esse novo membro em casos de alterações na gestão da empresa.

Essa segurança, previsível na Lei das S.A. também chamada tag along, é disponibilizada em percentuais.

Exemplificando:

Se você adquire ações de uma empresa com uma tag along de 100%, por exemplo, e caso a empresa seja vendida, terá direito a receber esse percentual por ação.

Ações preferenciais (PN)

Nesse tipo de ação, você não tem direitos como os citados acima. É impossibilitado de votar e não tem acesso ao tag along.

Contudo, há uma vantagem bem interessante. Em casos de falência, liquidação e outros problemas financeiros, o investidor passa a ter preferência para reembolso.

Como é definido o preço de uma ação?

No mercado de ações, o dinamismo é a palavra de ordem. Lembrando o que dissemos antes, as ações oscilam de preço durante o dia.

Uma notícia atípica no mundo já interfere no valor da ação, aumentando ou reduzindo, ou seja, é a prova real da volatilidade.

Então, administrar a pressão que essa volatilidade gera no investidor, empresas e corretores é essencial. Pois, sempre existem riscos envolvidos.

E mesmo que você se torne um acionista, ainda terá o poder de atuação reduzido, pois, as decisões na gestão, são de fato dos acionistas majoritários e gestores.

Como funcionam as negociações no mercado de ações?

Você já deve ter ouvido a expressão “pregão”, não é mesmo?

Pois, esse é o momento estabelecido para que as negociações feitas na bolsa se tornem concretas.

Neste momento do dia, os corretores agilmente executam as ordens de compra e venda de ativos e ações.

Normalmente este é um momento bastante tenso, pois existem variáveis a serem analisadas e a tomada de decisão depende da expertise do corretor.

Lembrando que todos esses trâmites podem ser feitos pela internet, nos horários previstos para cada dia, conforme determina o site da B3.

3 segmentos influenciados pelo mercado de ações

Na D3 e no mercado de ativos e ações em geral, comprar e vender ações atende as necessidades dos investidores perspicazes.

Esse grupo de investidores tem visão de futuro e o objetivo de aumentar o patrimônio através das negociações no pregão.

Contudo, os especuladores, os quais aproveitam a volatilidade para lucrar, estão focados em negociações rápidas de curto prazo.

Assim sendo, compram e vendem rápido aproveitando as janelas de oportunidade, como vemos no day trade ou mesmo no swing trade. Explicando melhor:

  • Day Trade: operação que acontece no mesmo dia, tendo como regra comprar o ativo na queda e vender na melhor oportunidade de alta.
  • Swing Trade: semelhante, porém menos arriscada que o day trade, nessa opção o investidor mantém sua atenção em ativos com prazos curtos e médios.

Embora o mercado de ações seja realizado na B3, ele pertence ao mercado financeiro nacional e global.

Assim sendo, ele reflete em três esferas:

  1. Empresas: disponibilizando ações, a empresa reforça seu capital e pode realizar novos investimentos;
  2. Investidores: as ações trazem lucros ao investidor quando há boa aceitação da empresa, e prejuízos quando acontece o contrário, porém, ele é isento das trâmites da gestão em ambas as situações;
  3. Economia: a expansão econômica de um país tem forte ligação com o mercado de ações.

Saiba mais sobre Finanças, veja aqui.

Enfim, vimos aqui como funciona o mercado de ações e a B3. Destacamos o que são ações ordinárias e preferenciais.

Descrevemos também termos como “pregão” Day Trade e Swing Trade, bem como explicamos a interferência deste mercado na imagem do país.

Se este texto ajudou você, por favor, compartilhe em suas redes sociais.

Leia também

Esse site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade
Clique e Entre em Nosso Grupo 🥰