Tipos de Tesouro Direto: quais são?

Entenda isso como uma academia de musculação para seus Reais!

Quais os tipos de Tesouro Direto conhecidos? Como você deve proceder para aplicar com segurança? Saiba isso e muito mais no texto!

Com a crescente subida da inflação, aquilo que você tem na carteira tende a se desvalorizar com bastante velocidade.

Advertisement

Por isso, caso você tenha alguma espécie de reserva financeira, deixar esta quantia parada não é nem de longe uma opção.

Quem deseja manter o seu dinheiro sempre em forma, saudável e produtivo, tem que procurar investimentos.

Entenda isso como uma academia de musculação para seus Reais – quanto mais se exercitam, mais fortes ficarão para conseguir não perder valor de compra.

Existem muitas: desde investimentos tradicionais de bancos até as famigeradas criptomoedas.

Advertisement

No entanto, uma das que mais oferece segurança se chama tesouro direto.

Neste texto, vamos entender como funciona o Tesouro Direto e quais as melhores opções para você investir. Leia em:

Definição de Como funciona a Bolsa de Valores

O que é quais os tipos de Tesouro Direto?

Em síntese, o Tesouro Direto, surgiu de uma parceria bastante interessante.

Essa parceria foi realizada entre a Bolsa de Valores (B3) e o órgão do Tesouro nacional, ainda no longínquo ano de 2002.

Basicamente, esta ação foi promovida visando a facilitação da aquisição de títulos públicos por parte da população.

Logo, você praticamente “empresta” dinheiro para o governo usar em diversas ações.

Advertisement

Em troca, você receberá esta quantia no futuro acrescida de juros. Bastante interessante, não?

O que você negocia propriamente recebe o nome de títulos públicos, e são passíveis de serem adquiridos por valores a partir de R$30,00.

Ou seja, é antes de tudo um sistema de investimento bem democrático que, graças ao valor baixo do título, é bastante acessível mesmo para pessoas com rendas menores.

Este é um dos motivos pelo qual o número de pessoas que investem no Tesouro Direto tem crescido vertiginosamente nos últimos anos.

Veja esse vídeo sobre Tesouro Direto:


O funcionamento do Tesouro Direto

Você está um pouco desconfiado com investimentos? Possui um pouco de medo ao deixar um dinheiro que foi conquistado com tanto esforço na mão dos outros?

Se por acaso você se identificou com esta descrição acima, então certamente o Tesouro Direto é feito para você.

Isso porque é uma modalidade de investimento bastante segura – afinal de contas, o Estado não vai para lugar nenhum.

Ao contrário de uma empresa privada, que pode simplesmente falir ou desaparecer.

Outra vantagem absolutamente inerente aos tipos de Tesouro Direto é a previsibilidade.

Afinal, a partir do momento que você adquirir o título, é possível saber quanto o seu investimento renderá.

Além da data de vencimento. Inclusive é possível pré-agendar futuras aplicações mês a mês, para que você possa manter uma regularidade de investimento.

No entanto, existem alguns tipos de Tesouro Direto. Vamos ver quais são.

Entenda os tipos de Tesouro Direto

Apesar de ser um investimento bastante simples, os tipos de Tesouro Direto possuem diferenças entre si. Vamos conhecê-las!

Eles podem ser mais ou menos interessantes, a depender de quais são os seus objetivos. Vamos a eles.

IPCA

IPCA é a sigla para Índice de Preços ao Consumidor Amplo, e é utilizada para medir a inflação.

Então, neste tipo, o Tesouro Direto vai acompanhar este índice.

No entanto, podemos considerar esta modalidade como híbrida: ela oferece aos investidores uma taxa que vem prefixada.

Assim, se o IPCA cair muito, um percentual de juros já está garantido.

Ele também traz características próprias com relação ao vencimento.

Existe aqui a opção de você obter seus rendimentos de forma semestral ou não.

Caso opte pela opção semestral, o governo vai lhe pagar os juros equivalentes a 6 meses de investimento.

Depois que passar este tempo, tudo zera e reinicia.

Mas você pode optar pela alternativa sem juros semestrais. Neste caso eles renderão até a data de vencimento.

Então, para quem deseja ver o dinheiro logo na mão, os juros semestrais são melhores.

Mas, se você não tem pressa e quer aproveitar a mágica dos juros compostos desta vez rendendo ao seu favor ao invés de contra, não semestralidade é uma boa ideia.

Prefixado

Esta é uma das modalidades mais simples entre os tipos de Tesouro Direto.

Por que ela é bem clara: você adquire o seu título e, na data da aquisição, já sabe o quanto ele vai render.

Esta é uma alternativa excelente para pessoas ansiosas ou que possuem inseguranças acerca de investimentos.

Aqui, a cada 6 meses, você receberá os rendimentos.

Mas obviamente isso não é aplicável caso deseje resgatar o investimento antecipadamente, o que é possível.

Então, caso você deseje uma renda passiva, segura e conservadora e que não vai lhe trazer surpresas, o Tesouro Selic é uma ótima opção.

SELIC

Por fim, temos entre os tipos de Tesouro Direto o conhecido como Tesouro SELIC.

Em síntese, SELIC significa Sistema Especial de Liquidação e Custódia.

Podemos dizer que ela é a taxa de juros oficializada pelo governo, definida pelo COPOM, um órgão do Banco Central.

Esta opção também é conhecida como Pós-Fixada, já que a SELIC costuma variar.

Uma das vantagens deste investimento é que você terá rendimentos diários, em todo dia considerado útil.

Com uma ótima liquidez, você pode sacar o valor investido na data de vencimento ou então antes.

Esta é uma boa opção caso você tenha uma reserva que deseja manter guardada, sem correr o risco dela desvalorizar.

Quais os motivos que tornam o Tesouro Direto uma ótima opção de investimento?

Sem dúvida, uma das vantagens é que o tesouro direto é grande praticidade.

Isso significa que você pode fazer seu investimento sem sair de casa. Apenas usando um computador já é possível fazer o investimento.

Pois ele funciona de forma completamente digital. Basta acessar o site do Tesouro ou então uma corretora de sua preferência.

A boa rentabilidade e a capacidade de começar o investimento mesmo com pouco são outros fatores importantes que tornam esta escolha bem mais fácil.

E, claro, tem o fato da segurança, que já foi apontada aqui anteriormente.

Como é garantido pelo Tesouro Nacional, não há possibilidade de você perder seu dinheiro.

Saiba mais sobre finanças, veja aqui.

Enfim, caso deseje começar a investir, considere uma das opções entre os tipos de Tesouro Direto! É uma ideia excelente e muito fácil de começar. Bons investimentos!

E, se o artigo foi interessante, compartilhe em suas redes sociais.

Leia também

Esse site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade
Clique e Entre em Nosso Grupo 🥰